Minas Trend – breve análise das apostas para Primavera-Verão 2016

O Minas Trend é um evento de moda que ocorre em Minas Gerais com o intuito de fomentar a moda brasileira. Além dos desfiles, a Fashion Week mineira possui um espaço para expositores, por isso, a cada ano, cada vez mais compradores participam e organizam suas vendas através desse evento, que sempre expõe novidades de tendências e marcas.


Vivaz

Desde 1998, a marca Vivaz desenvolve coleções com DNA próprio, trabalhando com handmade e detalhes minuciosos. Para a coleção Primavera-Verão, foram criadas peças atraentes e glamurosas para mulheres de várias idades. A cartela de cores ficaram entre tons de verde (representando árvores), branco, preto e bege, dando um ar sofisticado e dramático. Bordados com pedras e miçangas dão forma a inspiração das designers Elisabeth, Camila e Isabela Faria (respectivamente, mãe e filhas): a jabuticaba. Além do fruto, marabus foram usados em barras de saias e blusas remetendo aos animais, que também se alimentam do fruto. Jaquetas com referências esportivas (estilo aviador) e com tecidos mais leves e sofisticados, jaquetas em couro macio e vestidos longos (identidade da marca) foram algumas das peças vistas na passarela do desfile da marca Vivaz.

vivaz Vivaz_vvz_mtaw15_007 vivaz2


Faven

Criada pelas irmãs Natália e Sônia Pessoa, a marca Faven está no mercado desde 1996, e é conhecida pelo seu trabalho em tricô e suas peças atemporais. A coleção 2016 foi marcada pela modelagem assimétrica e referências que se assemelham ao estilo dos anos 70. Listras e estampas em blocos fizeram parte de vestidos, blusas e saias. Malhas em jacquard, tecidos transparentes, com lurex e canelados marcaram a primavera-verão da Faven, além de babados e godês, dando movimento aos looks.

Faven_faven_img_v16_014

faven faven2


 Madreperola

Sob o olhar da estilista Angela Laguardia e do styling de Paulo Martinez, a marca Madreperola inovou nas passarelas do Minas Trend, desfilando peças criadas a partir de tiras de tecidos unidas formando a modelagem, dando singularidade a cada look (único). Formas leves e com transparência, as fitas criaram estampas de listras e xadrez, combinadas com bordados em miçangas. Branco e preto deram elegância as peças, juntamente com cores quentes como o laranja e o vermelho.

madreperola madreperola2


Alexandre Hechcovitch

Com uma paleta bem minimalista, a coleção primavera-verão 2016 de Alexandre Herchcovith predominaram os tons de branco e preto. Apropriando algumas peças do vestuário masculino para o feminino, o estilista criou uma coleção com modelagem ampla e silhuetas mais retas. O chemisier foi uma das peças que apareceram na coleção de Herchcovith, que fez um verão 2016 sem colores.

alexandre alexandre2


Rogério Lima

Em 2008, o estilista Rogério Lima cria a sua grife de bolsas. Para a próxima temporada, ele mostrou, na passarela do Minas Trend, criações muito bem acabadas, com predominação de cores neutras (branco, beges e offs) com texturas e modelagem máxi.

rogerio


Plural

A marca Plural está no mercado desde 2006 e foi a partir do ano de 2013 que começou a participar dos desfiles do Minas Trend. Para 2016, a marca criou uma coleção inspirada e baseada no trabalho fotográfico do mineiro Marcilio Gazzinelli. Fragmentos das fotografias com paisagens planas em tons terrosos foram usadas para criar estampas e contrastaram com peças na cor branca. Além disso, foram vistos tons de amarelo e jeans e metálico, dando um ar futurista aos looks. Modelagens amplas e silhuetas retas foram apostas em túnicas e coletes. Peças fluidas e soltas e comprimentos midi, como a pantacourt, ganharam destaque no desfile da marca Plural.

plural2 plural


Lucas Magalhães

Uma explosão de estampas marcantes e muita cor. Assim foi o desfile da coleção do estilista Lucas Magalhães (que, agora, também trabalha para a Patrícia Bonaldi), inspirado na cultura Beatnik, muitas listras e tye-die apareceram nos looks, e, principalmente, muitas estampas foram usadas juntas. A silhueta é alongada e a modelagem não tão solta, marcando o contorno da cintura.

Lucas_Magalhães__LUcas_Magalhaes

lucas magalhaes lucas magalhaes2 lucas magalhaes3


Fabiana Milazzo

Reconhecida pelo seu trabalho com vestidos de festa, Fabiana Milazzo aprentou sua coleção P/V 2016 foi inspirada na tapeçaria com referências do Nepal, de onde também vieram as ideias de bordados. Outra assunto que foi abordado nas criações da estilista, foi a religião. Couro e tule foram bastante utilizados e coletes, camisetas e cintos foram as peças-chave da coleção, com modelagem ampla e com a cintura bem marcada.

fabianamilazo fabianamilazo2


Mabel Magalhães

As atrizes dos anos 50 e 60 foram as musas inspiradoras da coleção Primavera-Verão 2016 da estilista Mabel Magalhães. Com modelagens mais ajustadas, as peças demarcavam a cintura, valorizando a silhueta feminina. Saia lápis, godê, hot pant, vestidos longos apareceram nos tons de verde, amarelo e azul e com padronagens, bordados e recortes a laser.

Mabel_Magalhães_mable_magalhaes_bck_v16_011

mabel Mabel_Magalhães_mab_mtaw15_037 mabel2


Gostaram?

Usariam as peças de qual marca?

Boa semana!

Beijos, Gabi Henemann ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s